top of page

Diferenças entre Portaria Remota e Portaria Autônoma

A portaria autônoma é mais prática, segura e econômica quando comparada com o sistema de portaria remota.


Pode não ter acontecido em seu prédio, mas certamente você já escutou o relato de alguém que recebeu uma visita indesejada em casa ou soube de pessoas mal intencionadas entrando em algum condomínio.


Sabe por que situações como essas acontecem? Falhas no modelo tradicional de portaria por falta de equipe qualificada, projeto de segurança mal elaborado e até mesmo mau uso do sistema de segurança pelos próprios moradores podem ser prováveis causas.


A portaria tem a importante função de controlar o acesso de pessoas em um condomínio e, assim, oferecer mais segurança aos moradores e funcionários.


A boa notícia é que através da tecnologia é possível resolver problemas como esses. Portarias autônomas empregam alta tecnologia e por isso apresentam importantes ferramentas de segurança eletrônica para controle de acesso, em relação às portarias autônomas.


Mas você sabe a diferença entre as duas? Este conteúdo é para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.


O que é uma Portaria Remota?

Tanto na portaria autônoma, como na remota, a figura do porteiro deixa de existir. Isso porque a gestão da entrada e saída de moradores, prestadores de serviços e outras pessoas é feita à distância.


No caso da portaria remota, o sistema de controle de acessos é feito por um operador diretamente da central de monitoramento da empresa responsável pela segurança eletrônica.


Quando um visitante chega ao condomínio ele precisa apertar um único botão para se conectar com a central, que vai entrar em contato com o morador para confirmar ou não a liberação.


Por outro lado, quem reside no condomínio conta com uma chave virtual, o leitor biométrico ou o leitor facial para entrar no prédio.


O que é uma Portaria Autônoma?

Mais segurança, controle de acesso e economia. Esses são benefícios que uma portaria autônoma pode proporcionar ao condomínio e, se você é síndico ou administrador, está na hora de descobrir a importância desse sistema.


Evolução da portaria remota, a autônoma não precisa de um operador como intermediador para responder o chamado do visitante. Isso significa que através do interfone o contato é feito diretamente com o responsável pela casa ou apartamento.



Clique aqui e descubra soluções completas para proteção do seu patrimônio.


Como funciona uma portaria autônoma?

Este sistema é controlado por quem reside no imóvel, à distância, ao receber uma chamada de vídeo pelo celular, através do aplicativo da empresa de segurança.


Os próprios moradores são responsáveis por realizar o controle de acesso ao condomínio, por chaves virtuais ou envio de QR Codes, com data e horário da visita, permitindo, assim, a entrada.


Quais são as principais diferenças?

Embora contem com algumas distinções, os dois tipos de portaria compartilham vantagens importantes em relação ao modelo tradicional (presencial), principalmente no que se refere a economia com os custos de operação e o aumento da segurança.


A principal diferença entre os dos sistemas é quanto a incumbência pela liberação de entrada no edifício. No caso da autônoma, os moradores assumem a responsabilidade tanto em relação a eles quanto de visitantes e prestadores de serviços. Mas, tudo fica registrado no sistema de controle de acesso.


Outra mudança entre a portaria remota e a autônoma é o tipo de interfone utilizado. No primeiro caso, o aparelho só precisa ter um botão. Já no segundo, existem teclas de 0 a 9 para o visitante digitar as informações do número do apartamento e do bloco (quando é o caso) que ele deseja ir.


Por que investir em uma portaria autônoma para seu condomínio?

Através deste sistema, você que é síndico consegue gerenciar a entrada e saída de moradores do prédio através dos controles de acesso identificáveis.


E para aumentar o nível de segurança, a empresa responsável pela segurança eletrônica do condomínio pode armazenar o histórico completo de todos os registros de ingressos.


É o caso da Alcatraz Segurança referência em inovação no ramo de segurança para condomínios por meio da Alcatraz Cond, que engloba várias soluções em segurança para um condomínio, do projeto à instalação, do monitoramento à assessoria e suporte na utilização e manutenção do sistema.  Na central de monitoramento, a empresa curitibana guarda esses dados e, com isso, consegue identificar o nome e o apartamento do morador, bem como o horário da entrada ou saída, entre outras funcionalidades.


Sendo assim, com a ocorrência de qualquer atividade suspeita ou irregularidade, o apoio tático da Alcatraz fica de prontidão para atuar de forma ágil, quando for necessário intervir.


Outros benefícios do sistema de portaria autônoma da Alcatraz Segurança:


  • Relatório de eventos;

  • Custo operacional reduzido;

  • Senha especial em caso de coação;

  • Monitoramento do sistema 24h por dia;

  • Equipe de apoio tático disponível em caso de emergência.

Clique aqui e conheça todas as soluções que o Grupo Alcatraz tem para a segurança eletrônica do seu condomínio.


ความคิดเห็น


bottom of page