Sistema de Alarmes, como funciona?

O sistema de alarmes é, sem dúvidas, uma das soluções mais conhecidas se tratando de segurança patrimonial, mas como esse sistema funciona e quais são suas vantagens? É realmente necessário contratar uma empresa de monitoramento?

O objetivo do sistema de alarmes é detectar intrusos e evitar sinistros, para isso, além de gerar um alerta sonoro, o sistema pode transmitir remotamente sinais à uma Central de Monitoramento.

A estrutura básica de um sistema de alarmes compreende uma Central de Alarmes equipada com bateria e sirene, que vai receber as informações dos sensores, bem como do teclado, controles e demais equipamentos instalados. 

Na imagem abaixo é possível visualizar melhor alguns dos componentes que podem fazer parte desse sistema:

 

 

Saiba mais sobre cada um dos equipamentos do sistema de alarmes:

 

» Central de alarme: É o equipamento chave, onde todas as outras peças do sistema são conectadas. A Central de alarmes é responsável por receber os sinais dos demais equipamentos e comunicar os eventos para uma Central de Monitoramento. 

» Módulos: São equipamentos usados para acrescentar funções ao sistema. Podem servir, por exemplo, para adicionar uma forma de comunicação entre a Central de Alarme e a Central de Monitoramento.

» Sirene: É o equipamento que emite o alerta sonoro em caso de violação do sistema. Esse é um item opção, mas muito eficiente na inibição imediata de uma ação suspeita.

» Sensores: Captam os sinais necessários para funcionamento do sistema. Existem vários tipos de sensores que podem ser combinados em um projeto de alarme: sensores magnéticos (que controlam abertura de portas e janelas); sensores de presença (internos, externos, semi-externos); sensores de impacto; sensores ativos (barreiras) e outros.

» Teclado: Aparelho onde são digitadas as senhas para ativar e desativar o sistema de alarme, coação e pânico. Também é o equipamento usado pelos técnicos para programar todo o sistema.

» Pânico: Sinal que pode ser enviado através de um botão, usado exclusivamente em situações de alto risco como invasões, assaltos, rendição e outros.

» Receptora: Equipamento responsável por receber os sinais dos controles.

» Controles: Aparelho usado para liberar acesso em portões, ativar e desativar o sistema de alarme e/ou acionar o pânico. As funções podem ser programadas de acordo com a necessidade.

 

Como funciona o monitoramento de alarmes?

O monitoramento eletrônico consiste na recepção e análise dos sinais enviados pelos equipamentos instalados no local, diretamente para a Central de Operações da empresa contratada para monitorar o sistema.

A comunicação entre o sistema de alarme e a Central de Monitoramento pode ser feita via linha telefônica, internet (IP) e/ou GPRS. É aconselhado trabalhar com mais de uma forma de comunicação como backup, caso ocorra alguma falha na comunicação principal.

Os dados recebidos estarão em constante análise pela equipe de monitoramento que permanecerá em alerta para agir em caso de violação do sistema ou irregularidades.

 

Quais as vantagens de contratar uma empresa de monitoramento?

O ideal para um sistema eficiente é que os eventos recebidos pela Central de Alarme sejam analisados por profissionais preparados e que permanecem disponíveis 24h por dia.

Além disso, a maioria das empresas, conta com uma equipe de apoio tático exclusiva para atendimento de violações no sistema de alarmes o que permite uma abordagem rápida em caso de emergências.

Também é função da empresa de monitoramento garantir o funcionamento de todos os equipamentos do sistema, alertando imediatamente o cliente em caso de mal funcionamento, necessidade de manutenções ou trocas dos componentes.  

Ou seja, podemos dizer que dentre as vantagens de contratar uma empresa de monitoramento para o sistema de alarmes estão:

» Equipe tática à disposição

» Atendimento 24h

» Acesso a Relatórios detalhados

» Manutenção garantida dos equipamentos

 

Como contratar uma empresa de monitoramento?

Para contratação de serviços, é importante seguir alguns passos para ter certeza de que a segurança do seu patrimônio vai estar em boas mãos:

» Busque uma empresa séria

Empresas que estão a maior tempo no setor, inevitavelmente tem mais experiência, o que pode ser decisivo para tomada de decisão rápida em uma situação de risco.

» Crie um vínculo com essa empresa

Visite a sede operacional da empresa, verifique sua estrutura e conheça seus funcionários, isso vai te ajudar a ganhar mais confiança.

» Certifique-se sobre a qualidade dos equipamentos

É crucial que os equipamentos instalados estejam perfeito estado de funcionamento. Também é importante garantir que os técnicos sejam qualificados para instalação.  

» Compare, mas desconfie de preços muito baixos

Para manter a qualidade dos serviços, uma empresa de segurança tem custos fixos com certificação e treinamento dos colaborados. Um profissional qualificado deve fazer a verificação do local para definir quais são os pontos mais vulneráveis, e poder indicar o sistema de segurança mais indicado.

Preços muito baixos podem significar a má qualidade dos equipamentos ou até mesmo a ausência de componentes fundamentais para a segurança.

 

Por fim, se você chegou até aqui e ainda tem dúvidas ou não sabe por onde começar, não se preocupe, nós podemos te ajudar com isso!

O Grupo Alcatraz tem mais de 17 anos no setor de segurança e conta com profissionais igualmente experientes. Atuamos com a instalação e monitoramento de equipamentos de segurança eletrônica, terceirização de profissionais de segurança, rondas operacionais preventivas e rastreamento veicular.

Solicite uma proposta comercial agora mesmo pelo telefone (41) 3275 4888 ou preencha o formulário de contato clicando aqui.

 

 

Newsletter

Inscreva-se e receba notícias, dicas e novidades